sábado, 4 de fevereiro de 2012

TENHO

O ter me oprime
Cada vez que nego
O que não vejo,
O que não quero ...
Meu caminhar
É pesado
como cruz !
As visões
multiplicam-se
Aqui ...Ali ...
Não quero fugir !
Eu quero reagir !
Eu  quero metamorfosiar
Os gritos
Em sorrisos de
Gentis borboletas ...


MônicaFSSoares